20 abril, 2011

Reis

Num mundo em que poucas pessoas são verdadeiras, o melhor mesmo é não perdermos as estribeiras. Tu és diferente de todos e ninguém consegue ser igual a ti, essa é uma das razões por fazeres parte de mim. Não penses que estou cá para alimentar o teu ego, mas o que tens está à vista de toda a gente até mesmo de um cego. O teu pequeno tamanho torna-te tão fofinho e já que adoras o Garfield e eu adoro gatos tens todo o meu carinho. Desculpa os erros que cometi contigo mas muitos deles foram por ti, e ainda por ti aprendo e corrijo só para te ter aqui. Eu repito ao teu ouvido palavra a palavra, se isto fosse mais fácil perdia toda a piada. Esta espécie de cupido deu-nos uma chapada de mão fechada, ficou sem flechas, e se eu não te digo na cara, tenho 'amo-te' escrito na testa. Imagina, inventa uma história que acaba bem, onde aqui só restas tu e eu, mais ninguém. As vezes que eu pensei, que conseguia e nem me apercebi que contigo estava sempre bem. E eu tenho a certeza, que a vida dá mil voltas, mas o tempo entre nós nunca conta.

MELHOR <3

16 comentários:

  1. Gostei muito deste post, mas ainda mais do blog acredita fofinha *-*
    Adoroo o teu blgo e já tou a seguir, segues o meeu??

    ResponderEliminar
  2. de nada! uff espero encontrá-la bem breve ;)

    ResponderEliminar
  3. também gosto imenso deste post :b

    ResponderEliminar
  4. Adorei, está mesmo muito bonito (:

    ResponderEliminar
  5. O recado do seu formulário é direto, verdades.

    Esta busca incessante por verdades acaba por nos decepcionar quando concordo em seus escritos que há tantas pessoas pouco verdadeiras. Infelizmente.

    Uma bela declaração de amor.

    Estou lhe seguindo, a partir de hoje lhe acompanharei se me permites.

    http://escritoslisergicos.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. está lindo , o blog e essa imagem está mesmo criativa.

    estou a seguir, como é obvio (:

    ResponderEliminar

Verdades .