23 dezembro, 2010

Casada com a minha liberdade


Acabou, chega de falar de ti, chega de pensar em tudo o que podia ter sido e não foi por teres medo, por não conseguires enfrentar o facto de gostares de alguém, chega de acreditar que tens sempre um bom motivo para teres as atitudes que tens, chega de proteger indirectamente alguém que não me é nada. Acabou! Não vou mais tentar provar-te que o tempo é o nosso melhor aliado, que a confiança em nós próprios move mundos e fundos e volto a dizer: sei estar sozinha. Não me quero lembrar que um dia me disseste que querias ficar comigo, que era a mulher dos teus sonhos, que querias gritar para toda a gente ouvir que estavas comigo. Na verdade querias mesmo o quê? Hoje se te perguntar nem sabes explicar, não sabes responder a nada, não me sabes explicar porque é que repetiste algo que tinhas dito que tinha acontecido e pronto. Desculpa, a tua presença na minha vida... ACABOU. Desculpa se me estou a precipitar, desculpa se um dia mais tarde venha a perceber que talvez não fosse esta a melhor decisão mas, agora é isto que eu quero, e mais segura que nunca te digo que perdeste o valor que tinhas, o encanto e toda a magia que conseguiste criar, e não sei como tudo isso se perdeu. Talvez um dia te diga que mereceste o lugar que tiveste na minha vida e hoje não me arrependo mas quero esquecer e um conselho... Se voltares a gostar como gostámos, não sofras como eu sofri, apenas esquece como eu esqueci. E sim, voltei a ser casada com a minha liberdade, aquela que nunca me trai, que me vicia e não me faz mal.

7 comentários:

  1. desafio para ti no meu blog :)

    ResponderEliminar
  2. muito obrigada.
    é mesmo linda

    ResponderEliminar
  3. Obrigada meu doce.
    Feliz Natal <3

    ResponderEliminar
  4. Ah ok, vou ter de escrever logo como primeira a que eu queria demoram bastante ate a escrever :s

    ResponderEliminar

Verdades .